top of page

Idoso herda dívida milionária com hospital particular após ficar quase 200 dias internado por Covid

Caso aconteceu em São Paulo e rendeu despesa de R$ 2,6 milhões para paciente de 72 anos


O senhor Carlos Higa, de 72 anos, passou 191 dias internado no Hospital São Camilo, na Zona Norte de São Paulo, após contrair a Covid-19. O que ele não esperava era a dívida de R$ 2,6 milhões de reais que herdou por conta das despesas hospitalares.


Dono de uma banca de jornais, Carlos se sentiu mal durante sua jornada de trabalho há sete meses, quando o número de internações por Covid-19 estava em alta na capital paulista e sua família não encontrou vagas disponíveis na rede pública.


Diagnosticado com a doença, Carlos teve complicações que o levaram a ficar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por diversas vezes durante o longo período em que esteve internado.


Carlos Higa celebra alta com equipe do hospital (Foto: Arquivo pessoal)

O paciente recebeu alta na última segunda-feira (4), mas saiu do hospital com sequelas provocadas pela Covid-19 e a dívida milionária, o que deixou a família preocupada. “Confesso que ainda não sei como vou pagar. O importante é que ele está aqui. Eu realmente achei que ele não ia ficar com a gente”, relatou a filha do paciente, Juliana Higa, ao G1.


Para ajudar no pagamento da dívida, Juliana organizou uma vaquinha virtual. Até a publicação desta notícia, R$ 101.682,00 haviam sido arrecadados.


O Hospital São Camilo divulgou uma nota oficial para esclarecer que “oferta serviços particulares de forma transparente e com custos compatíveis com o mercado” e que “as informações (sobre os valores) eram atualizadas constantemente à família”.

7 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page