top of page

Taboão da Serra promoveu ações em celebração ao Dia da Luta Antimanicomial

Rede de Saúde Mental e CASA do Adolescente realizaram atividades de conscientização sobre a causa nos dias 18 e 19/05


Gabrielle Schmidt, sob a supervisão de Vera Sampaio


Taboão da Serra celebrou Dia Nacional de Luta Antimanicomial com encontros na Praça Nicola Vivilechio e no Parque das Hortênsias. (CRÉDITO: SECOM/PMTS)


Em 18/05 é comemorado o Dia Nacional da Luta Antimanicomial e a Prefeitura de Taboão da Serra, através da Secretaria Municipal de Saúde realizou uma celebração para esta data na Praça Nicola Vivilechio. Responsáveis pelos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), frequentadores destes locais e familiares se reuniram para promover atividades culturais e sociais em prol da comemoração.


Diversas ações foram realizadas, como: distribuição de panfletos sobre a Luta Antimanicomial; apresentação de teatro mostrando a importância do acolhimento das pessoas em sofrimento psíquico; dinâmica de dança em roda; exposição de esculturas; pinturas e colagens feitas pelas pessoas que fazem psicoterapia nos serviços comunitários do município.


Vanini Mandaj, coordenadora de Saúde Mental de Taboão da Serra, abriu o evento lembrando o motivo por trás dessas atividades. “A Luta Antimanicomial é diária, mas precisamos ter uma data para lembrar a sociedade de que é possível oferecer o tratamento sem a reclusão e sem as práticas abusivas”.


No dia 18/05/2001 foi criada a Lei da Reforma Psiquiátrica, que garante o direito ao tratamento psiquiátrico de forma gratuita, por este motivo foram criados os CAPS. A Lei 10216/2001 serviu para acabar com os manicômios e promover tratamento mais humanizado para pacientes com transtorno mental, além de buscar meios de reinserir esses indivíduos na sociedade.


“Oferecemos orientação para o paciente e para o familiar, assim como diversos tipos de ações sociais que promovam o tratamento. A mudança pode acontecer do lado de fora, em um lugar perto da convivência do paciente”, afirmou Rafael Dalge de Goes, coordenador do CAPS Álcool e Drogas.


Já no dia 19/05 a CASA do Adolescente realizou um SARAU no Parque das Hortênsias em conjunto com o Centro de Convivência e Cultura (CECO), a Secretaria de Cultura e Turismo, a Secretaria de Assistência Social e Cidadania, a Coordenadoria da Diversidade Sexual, o Núcleo de Cuidados para Pessoas Trans e Travestis (NUCPTT) e o SLAM de Taboão.


Jovens entre 12 e 18 anos, frequentadores da CASA do Adolescente, apresentaram uma programação ampla para o evento que tinha como tema “Nenhum passo atrás, manicômios nunca mais”. Interpretação teatral, exposição de artesanato, depoimentos sobre saúde mental e poesia falada sobre temas como exaustão e ansiedade feita pelo SLAM de Taboão foram algumas das atrações.


De acordo com Carla Borges, diretora da CASA do Adolescente, este serviço está sendo implantado para tratar os 60 mil adolescentes de Taboão da Serra de forma integral, portanto, alguns dos atendimentos oferecidos são: ginecologia, psiquiatria, naturologia, enfermagem, psicologia e hebriatria (medicina especializada em adolescentes).


O Centro de Atenção a Saúde do Adolescente (CASA) procura sempre estar próximo ao público que atende, participando de todos os eventos que envolvam jovens de 12 a 18 anos, desde saraus a grafite. Esta é uma forma de divulgar os serviços oferecidos e criar vínculos.


“A gente acredita que falar ainda é a melhor opção, e falar sobre a saúde mental é muito importante. ‘Nenhum passo atrás, manicômio nunca mais’, é isso que a gente acredita. Que o adolescente venha, tenha voz e tenha força. A gente não desiste dele. Nunca”, completou Carla Borges.


Serviço:

Secretaria Municipal de Saúde Praça Miguel Ortega, 115, Parque Assunção

(11) 4788-5600

sms@taboaodaserra.sp.gov.br


Secretaria de Assistência Social e Cidadania

Rua Ananias Carmerindo Píres, 50, Jardim Panorama

(11) 4138-8040

sas@taboaodaserra.sp.gov.br


CASA do Adolescente

Rua das Camélias, 302, Parque Assunção

(11) 4701-1163

Instagram: @casadoadolescentetaboao


Centro de Cultura e Convivência (CECO)

Praça Miguel Ortega, 500, Parque Assunção

(11) 4135-2460


Centro de Atendimento Psicossocial Infantil (CAPSi)

Estrada das Olarias, 670, Jardim Guaciara

(11) 4685-2115


Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II)

Av. Ibirama, 145, Parque Industrial

(11) 4701-4094


Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPSad)

Avenida Intercap, 325, Intercap

  1. 4787-8558

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page